Polícia Federal indicia Lula, ex-primeira dama, e Antônio Palocci e outras quatro pessoas

A Polícia Federal indiciou o ex-presidente Lula por corrupção passiva. Também foram indiciados, a sua esposa, Marisa Letícia, o ex-ministro Antonio Palocci, e mais quatro pessoas na Operação Lava-Jato, em dois inquéritos que envolvem pagamento de propina pela construtora Odebrecht. 

De acordo com reportagem exibida no Jornal da Globo desta segunda-feira (12), eles são suspeitos de lavagem de dinheiro devido a dois casos de compra de um terreno em São Paulo, e a de um imóvel vizinho à cobertura onde Lula mora, em São Bernardo do Campo e que também é usado por ele.

“No caso do terreno as investigações mostram que a construtora DAG comprou uma área em São Paulo onde seria construída a sede do Instituto Lula o negócio foi feito com o dinheiro que teria sido repassado pela Odebrecht. A construção acabou não saindo do papel mas a compra do terreno foi finalizada” disse a reportagem.

Já em relação ao apartamento de São Bernardo do Campo, a informação é de que a polícia encontrou repasses da DAG no valor de R$ 800 mil, para Glaucus da Costa Marques, primo do pecuarista José Carlos Bumlai, já condenado na Lava Jato, e quase R$ 220 mil para o escritório do advogado Roberto Teixeira que defende o ex-presidente Lula.

Ainda de acordo com a investigação, Glaucos usou R$ 503 mil para adquirir o apartamento que foi alugado pelo ex-presidente Lula, em nome de Marisa Letícia. Segundo o delegado, Lula declarou Imposto de Renda dele os valores dos aluguéis, no entanto, um laudo contábil da PF mostra que não há registro desta movimentação nas contas do ex-presidente.

Segundo informações da Polícia Federal, os gastos totais com o terreno que seria sede do Instituto Lula foram de R$ 12,4 milhões. Além disso, Lula também teria recebido dois pagamentos da Odebrecht,  um de R$ 3 milhões e outro de R$ 5 milhões, que estão relacionados na planilha da Odebrecht, para a chamada a “Posição Italiano”, que para força-tarefa se trata de Antonio Palocci, que teria recebido propina pela interferência do ex-ministro em assuntos de interesse da Odebrecht na Petrobras.

Veja a lista de indiciados

Luiz Inácio Lula da Silva - ex-presidente da República
Marisa Letícia Lula da Silva - ex-primeira-dama
Antônio Palocci Filho - ex-ministro nos governos Lula e Dilma
Glaucos da Costa Marques - primo do pecuarista José Carlos Bumlai, já condenado na Lava Jato
Demerval de Souza Gusmão Filho - Dono da empresa DAG Construtora
Roberto Teixeira - Advogado do ex-presidente Lula
Branislav Kontic - Assessor do ex-ministro Palocci

Nenhum comentário

https://syndication.exdynsrv.com/splash.php?idzone=2574917