MEC e BID discutem financiamento para educação no Brasil

O Ministério da Educação vai enviar ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) uma carta consulta para que novos contratos de financiamentos sejam firmados. O assunto foi tratado nesta quinta-feira, 30, em Washington, nos Estados Unidos, entre o ministro Mendonça Filho e diretores da entidade, como o chefe da Divisão de Educação, Gregory Elacqua.

“Conversamos sobre a elaboração de um projeto nas áreas de educação infantil, creches, pré-escolas e alfabetização”, informou Mendonça Filho. “Ao mesmo tempo, discutimos o suporte para a área de formação técnica profissionalizante, via MedioTec, que é um dos programas lançados no governo do presidente Temer.”

Segundo o ministro, a parceria não envolverá somente o governo federal, mas também estados e municípios, que precisam de apoio, especialmente na educação infantil. Para a liberação dos recursos, é preciso que as propostas estejam de acordo com as exigências do banco, cujo objetivo é melhorar a saúde, educação e infraestrutura na América Latina e Caribe, com suporte técnico e financeiro.

Por isso, o MEC se comprometeu a enviar ao BID uma carta consulta, que oferecerá subsídios para que o projeto seja compreendido e possa ter início o processo de concessão dos empréstimos. “Está totalmente dentro dos nossos interesses. O Brasil é um parceiro e a educação é uma área que trabalhamos forte ao redor do mundo”, afirmou Gregory Elacqua.

BID – O BID possui atualmente uma carteira ativa de 119 projetos no Brasil, sendo 35 voltados ao setor educacional, em um valor total de US$ 463 milhões – aproximadamente R$ 1,45 bilhão. Todos eles formulados, aprovados e executados junto aos governos estaduais e prefeituras (nenhum em âmbito federal).

O Banco definiu como prioridades a redução da desigualdade e a melhoria dos serviços públicos, incluindo a eficiência nos gastos das administrações. Em sua estratégia, dá destaque à cobertura e qualidade da educação, sua integração com o mercado de trabalho e o aperfeiçoamento da contratação e formação do corpo docente – dentro do cumprimento das metas definidas pelo Plano Nacional de Educação (PNE) até 2024.

Nenhum comentário

https://syndication.exdynsrv.com/splash.php?idzone=2574917